quinta-feira, 28 de junho de 2012

Resenha: O Atlas Esmeralda

Após uma série de leituras fortes eu queria ler um livro tranquilo e gostoso, e o livro escolhido foi:

O Atlas Esmeralda

Autor: John Stephens

Editora:
Suma de Letras

Sinopse:

Há dez anos, numa noite de inverno, os irmãos Kate, Michael e Emma foram tirados de suas camas às pressas, perseguidos por criaturas estranhas e levados para longe de seus pais, os quais nunca mais viram. Desde então, os três passaram todo esse tempo vivendo em vários orfanatos sem saber o que de fato aconteceu naquela noite.

Kate, a mais velha, é a única que tem lembranças dos pais, a quem jurou proteger seus irmãos a todo custo até que a família estivesse reunida novamente; Michael, o do meio, adora o mundo dos livros e histórias de magia e é sempre alvo de implicância dos garotos mais velhos; e Emma, a mais nova, é uma verdadeira encrenqueira, mas de grande coração.

Quando chegam a uma mansão abandonada, os irmãos encontram um atlas encantado que os faz viajar no tempo e os leva para uma terra habitada por gigantes, anões, lobos famintos, crianças prisioneiras e uma condessa que é a fonte de todo o Mal. Assim, as crianças que apenas buscavam o paradeiro de seus pais acabam tendo que salvar o mundo.

Resenha:

Kate, Michael e Emma são irmãos que, após serem levados para longe de seus pais, passaram de orfanato em orfanato com a dúvida sobre quem são seus pais e se eles retornariam.

Até que um dia eles são levados para o único orfanato disposto a aceitá-los e descobrem um livro que vai ser o início de uma grande aventura, com direito a anões, magos, lobos e feiticeiros, e que irá revelar a história do dia em que foram levados para longe dos pais.

‘O Atlas Esmeralda’ é uma leitura agradável que te leva para um mundo mágico, mas talvez você não ache a história original, afinal, não é difícil fazer comparações com ‘As Crônicas de Nárnia’, por exemplo; mas comparações sempre existem e a história é diferente em vários aspectos, o que acaba a tornando mágica por si.

Citando um comentário do autor, todo leitor sabe que livros podem ser mágicos e essa foi a proposta dele; um livro pode ser mágico "como o livro que Kate, Michael e Emma encontram e os transportam através do tempo, ou como um livro que você lê e o leva para uma aventura a outro mundo".

Resumindo: O livro retrata o amor de uma família, cercado de magia e aventura.
Para se ler quando/se estiver a procura de uma aventura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário